domingo, 13 de fevereiro de 2011

Justícia-de-espinho (Acanthus montanus)

             Infelizmente caindo cada vez mais em desuso, este belo arbusto de pequeno porte dificilmente é encontrado nos viveiros de produção de plantas ornamentais, apesar de ter sido muito usado por Burle-Marx.
             Nativo da região Mediterrânea e África tropical cresce em torno de 40-60 cm de altura, as folhas coriáceas e marmorizadas em vários tons de verde possuem a superfície brilhante, margem providas de espinhos, estes não apreciados pelos cultivadores da espécie, mas que somados a todas as características da planta conferem um grande efeito ornamental no jardim. Aqui no nosso cultivo procuramos plantá-lo em lugares afastados da circulação de pessoas.
             As inflorescências em forma de espigas nas pontas dos ramos na cor rosa esbranquiçado surgem na primavera e verão e destacam ainda mais a beleza da planta, sendo muito atrativas para abelhas e beija-flores, mas devem ser cortadas quando secas para não prejudicar o efeito visual da planta.
             O seu cultivo é recomendado na forma de grandes maciços ou até servindo com uma cerca viva de baixo porte, para delimitação de áreas, em regiões onde o clima é subtropical e úmido, o solo deve ser rico em matéria orgânica e bem drenado. Tem raízes agressivas, sendo ideal para recobrir taludes.
             Apesar de preferir clima subtropical, é outra planta que está se dando muito bem no interior do estado de São Paulo, num calor infernal!
             Das suas folhas é extraída uma substância de efeito analgésico, É usada na medicina tradicional africana para infecções urogenitais, endometrites, doenças urinárias, cistites e dores em geral. Na Nigéria, suas raízes são muito usadas no tratamento de furúnculos.



5 comentários:

  1. uiiii isso é uma praguinha nos jardins portugueses. No jardim junto ao meu trabalho tem muito e no verão as capsulas das sementes estoiram com o calor parecem pipocas

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Como comprar esta plantas, ou sementes

    ResponderExcluir